Arquivo para novembro, 2010

Tempo Trovador

Posted in Divagando, Poesias on novembro 25, 2010 by sinistrum

 

Começou a chover…
E simplesmente sem saber,
Eu estava a adormecer.
Com o frio que me conforta

Deito-me a esperar um sonho belo para contemplar minha noite.
Cá estou sem sentir teu amor
Porque nesse tempo trovador
Sinto o ardor, que surge em pequenos prantos

Para assim realizar teus encantos.
Os mais belos sonhos terei esta noite
Assim que também adormeceres ao meu lado!

By: Lord Kürten

Anúncios

Alma Purificada

Posted in Divagando, Poesias on novembro 25, 2010 by sinistrum

Doce lamentação que vem ao fundo
Para estar presente ao meu encontro.
Preenchendo as lacunas do meu mundo.

Ao redor algo inesperado
Será que consigo superar?
Tudo o que sonhei havia acabado!
Terei forças para continuar?

Como poderei entender?
Se preso estou.
Sem ao menos saber
Onde estarás minha alma.

Por onde andei
Vi tudo ao meu redor,
Mas não achei, minha alma purificada!

By: Lord Kürten